07/08/2017

Game of Thrones - Review S07E04 "The Spoils of War"


    Olá, pessoal! Estão prontos para o Rock and Roll? Se estão, melhor guardar essa energia para setembro, porque aqui a gente tá pra falar de GoT, não de Rock in Rio.

    Eu sei que a essa altura todo mundo já deve ter visto o episódio porque vazou alguns dias antes de ir ao ar, mas ainda assim é válido o aviso de SPOILER. Link é a coisa mais fácil de achar, então vai lá, assiste e depois volta.

    Se vocês estão acompanhando a temporada, já devem saber que o placar da guerra tá Cersei 2 x 0 Daenerys. Jon nem tá incluso porque o Norte tem outras prioridades (A.K.A. Caminhantes Brancos).

    Nossa rainha Lannister foi flagrada negociando com o Banco de Ferro em busca de patrocínio para a guerra. Enquanto isso, Jaime e o exército Lannister voltavam de Highgarden com todas as riquezas dos Tyrell, agora que a última pessoa da família, nossa amada vovó Olenna, morreu. Jaime e Bronn até levaram um papo com o pai e o irmão do Samwell. Dickon Tarly, eu quero te ver mais vezes no programa.

    Enquanto isso no núcleo Casos de Família da série, Missandei meio que conta pra Daenerys sobre sua relação com Verme Cinzento antes da nossa rainha Targaryen se encontrar com seu amado sobrinho (que ela nem sabe do parentesco) para ver o interior das cavernas de obsidiana que serão quebradas mais tarde. Ainda ali, Jon a levou para ver uns desenhos rupestres da época dos Filhos da Floresta, basicamente fazendo uma apresentação de PowerPoint da idade média.

    Mudei de parágrafo só pra dizer o quanto eu achei essa cena forçada, querendo meio que implicar que os dois vão ter um relacionamento romântico no futuro. Não gostei e vou criticar mesmo. É muito fanservice pra um núcleo só, quem aguenta, bicho? 

    Mas, pra finalizar: Daenerys disse que lutaria ao lado de Jon... se ele se ajoelhasse. Ô coisa chata!

    Saindo da caverna, Dany recebe de Tyrion e Varys os obituários: Tyenne foi morta por Cersei e sua mãe, Ellaria, está capturada; Lady Olenna também faleceu. O que significa que ela tem 0 aliados no momento e planeja descartar o cuidadoso plano traçado com o anão Lannister e finalmente queimar o quengaral. Todos tentam a desencorajar, fazendo-a procurar os sábios conselhos do bastardo de Winterfell. Ele disse o mesmo que os outros, para a tristeza dela.

    E olha quem apareceu, o Theon, aquele covarde! Querendo ajuda da Dany pra resgatar a Yara... Amore, você não sabe da missa a metade. Quase apanhou do Jon também pra deixar de ser otário. E o bastardo me surpreendeu, falando que o que ele fez pela Sansa (livrá-la das garras do Ramsay) é o único motivo pelo qual o rapaz das Ilhas de Ferro ainda não está morto.

    Falando na Sansa, vamos voltar a Winterfell. Mindinho começa a fazer um teatrinho para Bran, entregando-o a adaga que quase o matou láaaa no início da série. Daí ele começou a soltar aquelas palavrinhas ensaiadas de "eu amava sua mãe, eu vou proteger os filhos dela" ô homem chato! Graças a Deus a Meera Reed deu as caras na hora e protagonizou uma das cenas mais tristes da série: o adeus ao Bran. Tudo bem que esse rapaz é um embuste sem tamanho, mas doi ver que ele tá perdendo a humanidade. Se flopar as únicas Starks possíveis são Sansa e Arya... E já que tocamos no assunto Arya, ela voltou.

    Depois de uma tentativa patética de tentar barrar a menina, dois guardas burros foram até Sansa reportar uma fugitiva. Como Arya deu a eles informações que só quem viveu a vida toda em Winterfell poderia saber, Sansa soube, antes mesmo de dar de cara com ela, que sua irmã estava ali. As duas se abraçaram e bateram um papo, depois até se unindo a Bran na árvore-coração. É engraçado ver como a dinâmica dos irmãos mudou desde o primeiro momento lá na primeira temporada. Arya e Sansa não se suportavam e eu sempre achei o Bran meio mosca morta, agora as duas meninas - e ele também - passaram por barras pesadas e isso definitivamente os mudou. E o interesse da Sansa pela lista da Arya, hein? rs.

    Shoutout para a pequena luta entre Arya e Brienne. A cavaleira que jurou a Catelyn que levaria as meninas para casa ficou surpresa com os movimentos e as técnicas da Stark mais nova. É PRA ISSO QUE EU PAGO HBO, PESSOAL! PRA ISSO!!!!!

    E lembra que a Dany tava planejando alguma coisa? Pois é, o plano era o seguinte: atacar os soldados Lannister que voltavam cansados da batalha na Campina com o exército Dothraki e, claro, adicionar o elemento Drogon na mistura. Jaime até achou que daria cabo dos soldados da Khaleesi, mas isso até ver o dragãozão gigante cuspindo fogo. Foi uma cena toda linda e intensa, com ele e o Bronn sem saber o que fazer e os soldados claramente confusos. Foi revelada uma arma chamada Escorpião, que nada mais é que uma espécie de besta gigante feita especialmente para tentar abater o dragão. Bronn acertou uma de suas asas, mas Drogon continuou lutando. Jaime tentou se valer desse momento de fraqueza e quase virou churrasquinho. Agora fica a dúvida: será que ele se afogou?

    Nota geral? 10. Achei um episódio muito bom apesar de ter umas cenas forçadas aqui e ali. E tô quase acreditando que o meu Tyrion traiu a minha khaleesi. ANÃO, ASSIM NÃO TEM COMO TE DEFENDER!

    O que acharam do episódio? Será que o Jaime morreu? Deixem nos comentários!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê sua opinião!