19/08/2017

Review - The Sims 4 Vida em Família (Electronic Arts)


    Oi oi, pessoal! Tudo bem? Sim, vocês leram certo, acabei de lançar o fim de semana The Sims aqui no blog! Ontem teve Desafio do Legado, amanhã tem Desafio dos 100 Bebês e hoje... Hoje tem resenha de pacote!

    Ano passado eu fiz a resenha do The Sims 4 base e, relendo agora, ela está um pouco ultrapassada, então antes de passar direto para o Vida em Família, vou gritar pra todo mundo ouvir: TEMOS BEBÊS! Se vocês acompanham as minhas gameplays ou simplesmente jogam o TS4, sabem que esses pirralhinhos vieram numa atualização gratuita em janeiro de 2017. Outras coisas legais que foram adicionadas ao jogo entre a última resenha e essa de agora foram a possibilidade de criar sims transgênero e também a possibilidade de qualquer sim poder usar qualquer tipo de roupa (homens usando roupas femininas, mulheres usando roupas masculinas), o que foi uma mão na roda pra mim, por exemplo, que vez ou outra crio drag queens no jogo. Ah, e agora os lotes também tem traços que podem influenciar nas habilidades dos seus sims. Bem, são essas as considerações que tenho sobre as atualizações do jogo base.

    Agora sobre o pacote Vida em Família, a primeira coisa que eu tenho a dizer é que desde que saiu o primeiro trailer eu fiquei super interessada, afinal a temática tem muito a ver com uma das minhas expansões favoritas do The Sims 3, a Gerações. Apesar do nome em português sugerir algo mais puxado pro conceito do Gerações, o pacote é focado nas relações entre pais e filhos e como a criação afeta o indivíduo que ele se torna ao crescer.

    Para começar, há uma nova opção de aspiração para nossos sims que vão de adolescentes a idosos: a aspiração Super Pai ou Super Mãe, que os fará tentar ser os melhores pais possíveis. Com essa aspiração, vem também a nova habilidade de Educação e Criação, que os sims só desbloqueiam ao se tornarem jovens adultos. Para subir de nível, é necessário cuidar de crianças, bebês e adolescentes. Ajudar no dever de casa, dar beijinho de boa noite e brincar com eles são algumas das formas que temos para isso. AH, importante: sua habilidade de Criação e Educação só vai crescer se o seu sim for pai/mãe ou cuidador de um sim menor. Por exemplo, se o seu sim se torna jovem adulto mas ainda tem irmãos menores, ele precisa adotar esses irmãos como dependentes de cuidados para por a nova habilidade em prática.
As opções de criação e educação que um pai no nível 10 da habilidade tem.
    E para os filhos, temos os valores de caráter. São cinco: Educação, Responsabilidade, Empatia, Controle Emocional e Resolução de Conflitos. Esses valores se alteram de acordo não só com os comportamentos das crianças, mas também com as influências dos pais. Para cada valor existem dois traços que podem ser desbloqueados pelas crianças quando chegarem à idade de jovem adulto, um negativo e um positivo. Um sim que arrota muito, fala palavras proibidas na frente das visitas e aparece com roupas inadequadas nos lugares pode se tornar um sim Mal Educado quando crescer. Já um sim que lava a louça, age de forma amigável com outros e arruma a mesa para o jantar provavelmente receberá o traço Bem Educado. Isso sem contar nas fases da infância e nas mudanças de humor dos adolescentes, que tornam o ciclo de vida do sim muito mais realista.

Os valores de caráter para uma criança
Uma sim jovem adulta que recebeu 3 traços positivos
    E as formas que os pais tem para interferir nisso são muitas! Eles podem ensinar os filhos menores (bebês e crianças) a dizer por favor, obrigado e desculpas, afetando sua Educação e sua Resolução de Conflitos. Vez ou outra, os pais recebem também cards dos filhos pedindo conselhos ou então da escola perguntando como lidar com determinada situação. A forma como eles respondem afeta também esses valores. E se um filho se comporta mal, os pais podem disciplinar de 4 formas diferentes: calma, severa, firme ou punindo. A punição? Castigo! O sim castigado será impedido de usar alguma coisa por um dia, seja a TV, o computador, o celular, ou mesmo sair de casa - você decide. Caso seu filho não tenha feito nada digno de um castigo, você também pode colocá-lo para pensar.

    Os novos objetos também ajudam não só os pais a aumentarem sua habilidade de criar e educar, mas também as crianças, bebês e adolescentes a trabalharem seus valores de caráter. Temos o quadro de avisos da família, que permite aos membros deixar desenhos e bilhetes uns para os outros e os pais podem definir um limite de horário - um sim que for pego fora de casa depois desse horário pode ser severamente castigado, além de perder pontos de responsabilidade. As crianças receberam um kit de brinquedo que aumenta a empatia, e todo mundo pode escrever no diário para melhorar o controle emocional.
Um quadro de avisos com o horário ativado: se está vermelho, é hora de ficar em casa.
    As crianças e adolescentes também receberam os projetos escolares, que podem ser montados em conjunto com os parentes e melhoram as notas dos seus sims na escola. Eles podem construir de tudo, desde uma ponte até um vulcão de reação química, passando por diorama de castelo medieval, foguete, modelo de sistema solar e até uma máquina de eletricidade. E os pais podem embalar lanches caseiros para que os filhos levem para a escola. Fofo, né?
Família fazendo um projeto escolar unida.
Todos comemorando o ótimo desempenho da criança!
     Minha nota pra esse pacote de jogo é 4 de 5. Para a proposta - relação de pais e filhos - o jogo é bem completo, mas acho que deveria ter mais coisas com os outros membros da família, como relação entre irmãos, avós e netos, tios e sobrinhos, essas coisinhas. E pra quem curte esses temas, acho que bons complementos para esse pacote de jogo são os pacotes de objetos Quarto das Crianças, que saiu em junho do ano passado, e Bebês, que sai agora em agosto.

    E vocês, o que acham do pacote? Tem mais alguma sugestão de jogo que eu possa resenhar? Deixem nos comentários!

17 comentários:

  1. Sou apaixonada por esse jogo, quando operei jogava 24 horas e adorava comprar muitas casas e montar minhas famílias kkkkk
    Sonho (a casa)

    ResponderExcluir
  2. eu AMOOOOOOOOOOOOO esse jogo sério, sou apaixonada. Quero voltar a jogar de novo bateu saudades kkk adorei o post, amei por você ter me lembrado de jogar de novo. melhor post!

    www.lecharmefrances.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. UAU eu amooo esse jogo, amei o post !!
    Vou baixar o jogo para relembrar dos velhos tempos rs
    https://blogsixblue.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Nossa, lendo ao post deu uma saudade de jogar The Sims

    ResponderExcluir
  5. Esse post me deu uma saudades de jogar The Sims, nunca fui muito fã, mas sempre que visitava minha prima jogava, tentei instalar uma época no meu computador, mas sempre que o jogo abria o computador desligava kkkk. Esse parece estar incrível e me deu vontade de adquirir novamente ainda mais que estou em uma vibe que todo lugar que olho tem alguém tendo bebês haha. Ótimo post.

    Beijos,
    Letícia do Garota Perdida nos Livros

    ResponderExcluir
  6. Nunca joguei The Sims mas tenho mó curiosidade.. legal ver um pouco sobre.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Gente eu ficava horas e horas jogando The Sims, mas nunca mais me interessei. Seu post me deu um gostinho e vontade de jogar! Beijinhos... Au Revoir!

    ResponderExcluir
  8. Hey
    Nossa esse jogo me lembra muito minha adolescência! Eu realmente amava demais !
    Pirei nas novas atualizações 😱
    Já quero voltar a jogar hahaa
    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Eu era viciada nesse jogo!!!adora passava horas e horas jogando!! Eita coisa boa la na época que eu tinha tempo sobrando !!

    Gostei do post, deu pra matar a saudade !!

    https://3beijose1dica.blogspot.com.br/
    By Nani Hammer

    ResponderExcluir
  10. AMO The Simns, apesar de ter anos que eu não jogo :/ Quando instalo no pc, não largo por nada. Amei essa expansão, acho que vou voltar a jogar só para testá-la

    ResponderExcluir
  11. Eu nunca joguei, mas meus filhos eram viciados nesse jogo, hoje em dia creio que não joguem mais ... Bjs (•‿•)

    ResponderExcluir
  12. Que interessante não conhecia esse jogo
    alias eu não jogo nenhum, mas achei uma dica muito boa
    pois transmite como estar em familia e viver em harmonia
    bjs

    ResponderExcluir
  13. Ahh eu gostava tanto de jogar, mas meu pc nao suporta mais!

    ResponderExcluir
  14. eu amo muito esse jogo!! infelizmente meu notebook não está rodando mais nada, até para postar no blog está ficando difícil! post ótimo, beijos e sucesso

    ResponderExcluir
  15. Achei bem interessante esse tipo de interação dentro do The Sims, mas sabe, acho que poderia haver esse tipo de interação na vida real.
    Muitos pais acabam deixando de lado a criação dos filhos e delegando a terceiros o cuidado e amor que poderiam dar.
    Não tenho o jogo no meu pc, mas joguei e acho muito bacana.
    Gostei do seu review e deu vontade de jogar!

    Beijinhos,
    Aline Magalhães
    Alineland

    ResponderExcluir
  16. The sims é um amor, preciso voltar a jogar ele e matar a saudade. Já deu uma vontade jogar com esse post seu haha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Eu amo The Sims, sempre brinqueiiiiiii e muito rs.. Ficava horas e horas, mas ja tem um bom tempo que nao brinco

    ResponderExcluir

Dê sua opinião!