03/06/2017

RuPaul's Drag Race Season 9 - RUVIEW "Gayest Ball Ever"


    Chegou ela, a querida, a bonita, a aguardada RuView da semana! E esperem grandes coisas, já que estamos num dos episódios mais decisivos de toda a temporada, o Ball! O Top 5 vai ser afunilado para Top 4, ou seja: seus erros, por menores que sejam, estão mais visíveis do que nunca e podem te custar a permanência no jogo.

    Impactante, não? Mas sabe o que pode impactar mais que isso? SPOILERS! Então se você ainda não assistiu ao episódio de ontem e também não viu o Untucked, não continue a leitura, por favor. Assiste primeiro e depois volta aqui. Estarei esperando.
    Então, semana passada demos adeus a Nina Bo'nina Fofana Osama Bin Laden Brown, eliminada depois de um lipsync meio morninho contra a Shea Couleé. Acho que essa foi uma das eliminações em que foi mais visível o impacto nas queens restantes, porque todo mundo ali adorava a Nina por mais que ela estivesse convencida do contrário - e eu sei bem o que é isso porque na vida eu sou muito a Nina sim. Apesar da tristeza, o Top 5 também parecia mais aliviado: agora todo mundo pode focar na competição em vez de ter que dividir esforços entre ter um bom histórico e levantar a autoestima da amiguinha.

    Esses primeiros minutos também revelaram o peso da posição das nossas lindonas. Alexis se sente frustrada por receber tantas críticas de Michelle Visage, ainda mais levando em conta que o momento é tão importante. Trinity e Shea conversaram brincando sobre a queda da segunda no bottom, e Sasha falou sobre como qualquer errinho pode te render o famoso Sashay Away. Os Jogos Vorazes começaram real oficial.


    Uma das minhas coisas favoritas desse episódio - e de RPDR em geral - foi o mini-challenge. SIM, QUERIDAS, ELE VOLTOU E MAIS PODEROSO DO QUE NUNCA! Como já esperado a essa altura da competição, tivemos o querido Bitch Fest with Puppets, que nada mais é que aquele desafio maravilhoso dos fantoches. Cada queen pegou um fantoche no "buraco da aleluia" e tinha que montá-lo representando a queen sorteada. Por exemplo, a Alexis pegou o fantoche da Sasha, então precisou montá-lo de acordo com nosso ovinho favorito.


    Primeiro Shea apresentou sua pequena Peppermint e eu devo dizer que foi muito igual! ATÉ A ROUPA ROSA, VIADO!!!!!! Até a saia rosa que a Michelle reclamou tava lá no fantoche. Aí veio a Sasha logo em seguida com o fantoche da Trinity, toda trabalhada nas plásticas. Foi muito fofo e engraçado (teve até shade com a Nina), claramente Sasha provando que pode sim fazer comédia boa. Seguindo ela, veio a própria Trinity com sua mini Shea. Não achei OOOOH É A COISA MAIS DIVERTIDA QUE A TT FEZ mas adorei também, me fez rir um pouco. O carcrash pra mim foi a Alexis tentando fazer o fantoche da Sasha divertido. Ela até começou bem, mas depois... Ai amiga, não deu, desculpa. Peppermint fechou o show patrocinado pela Today Tix com o fantoche da Alexis e eu tive o mesmo sentimento que tive com a Trinity: foi engraçado, me fez rir, mas não foi a melhor apresentação. Mas amei o spray verde no final, rainha conceitual faz assim. 


    Ru deu então a vitória à menina Sasha (merecidamente, acho que é a primeira vez que ela não é roubada nessa season) e anunciou o maxi challenge: THE GAYEST BALL EVER! Quem já vem acompanhando o reality sabe bem como funciona, mas vou explicar caso seja sua primeira temporada de Drag Race: cada ball tem um tema e as queens precisam apresentar 3 looks (cada um com um conceito) dentro do tema. Temporada passada tivemos o Book Ball, que consistiu em um look da infância, um look representando a mãe de cada queen e um look meio auto-biográfico feito com livros (sim, livros mesmo). O de ontem era para celebrar a cultura LGBT, então tivemos como sub-temas para os looks o arco-íris, o unicórnio e, como o look final, Village People.

You can hashtag that!
    É comum no look final o tema ser ainda mais afunilado para cada queen. No Ball da Absolut, lá na primeira temporada, cada uma representou uma fruta. Na quarta, quando tivemos o Bitch Ball, cada queen pegou uma raça de cachorro. Na sexta temporada, o Glitter Ball deu a cada queen uma pedra preciosa para trabalhar. Já no look de Village People, nosso Top 5 teve que escolher entre os personagens do grupo: um cowboy, um policial, um índio norte-americano, um trabalhador de construções e um motoqueiro. Ru não designou os papeis e nem atribuiu a tarefa a Sasha, vencedora do mini challenge. Cada uma escolheu por si. E a lista ficou assim:

Alexis Michelle - índio norte-americano

Peppermint - motoqueiro
Sasha Velour - cowboy
Shea Couleé - trabalhador de obras
Trinity Taylor - policial

    Além de preparar os dois outros looks e costurar esse look final (tipo, fazer do começo), outra tarefa foi passada: elas deveriam começar o ball com uma performance de ginástica rítimica... Sim, aquele esporte olímpico no qual as atletas fazem todo tipo de acrobacia com fitas, bolas, bambolês... Bem, no caso elas só usariam as fitas. E quem ficou responsável por coreografar tudo foi a Sasha.

Mas estava super claro que a mais indicada pra função era a Ru.
    Muita coisa pra fazer, então hora de por a mão na massa! Ao contrário das temporadas passadas, quando todo mundo brigava pra pegar o melhor para si, as bonitinhas de agora foram super maduras e educadas e cada uma pegou algo sem ter que brigar por isso. Alexis, tendo em conta suas constantes quedas no bottom nas últimas semanas, decidiu que era a hora de tomar um rumo mais inesperado com sua índia. Peppermint também parecia preocupada, mas foi mais pelo fato de estar trabalhando com couro e afins e não ser lá a melhor costureira do grupo. Trinity também queria levar seu trabalho a um novo nível e parecia bem focada nisso. Shea e Sasha tiveram ideias brilhantes, mas me passou pela cabeça que eram as duas mais confortáveis no momento.

    Pouco depois, pausa nas agulhas, tesouras e tecidos: hora de ensaiar a coreografia de ginástica rítimica! Bem, as coisas ficaram meio esquisitas ali porque todo mundo achou que seria facílimo lidar com aquelas fitas girando e rodando pra lá e pra cá, mas teve bololô, teve chicotada sem intenções... Quando eu tinha o que, uns 10 anos, minha professora de balé meio que incorporou essas fitinhas na nossa apresentação e foi bem complicado. Meio que entendo as queens então, mas elas estão em 5 e minha turma estava em 8, se não me engano. Também tem o fator que eram 8 meninas de 10 anos que tiveram meses de ensaio, quando na Drag Race são rapazes (e uma moça, a Peppermint) de mais de 20 anos que só tiveram algumas poucas horas pra fazer tudo - e ainda conciliar isso com a criação de 3 roupas. Coragem.


    Sasha foi bastante criticada pelas colegas por não ser muito boa em dirigir a coreografia e rolou uma tensãozinha porque todo mundo estava super disposto a ajudar, mas acabava atrapalhando. Trinity chegou a dizer que a colega tava sendo boazinha demais e em seu lugar teria escurraçado todo mundo e ainda sair lindamente rodando sua fitinha. Alexis novamente se sentiu desprezada porque suas ideias não foram aceitas, mas Sasha também recusou algumas das sugestões de Shea. Acho que isso acabou a estressando mais do que deveria. O ensaio acabou dando a impressão de que o número de abertura seria um carcrash tremendo, mas uma hora elas tinham que voltar ao WerkRoom para terminar as costuras e a hora foi agora.


    Agora sim ninguém parecia 100% confiante que o look daria certo. Peppermint chegou a dizer que sua fantasia motociclista estava horrível, Trinity fez caras e bocas enquanto fazia os acabamentos da própria roupa e Sasha disse com todas as letras que estava nervosa. Por um momento o Village People ganhou uma nova integrante: Adore Delano, que foi citada pela The Tuck enquanto Shea descrevia a ideia de sua roupa de trabalhadora de construção. 


    Inclusive eu queria falar disso: tá cheio de Adorestan indo atacar a Trinity no twitter pela piada, mas não teve nada ofensivo ali. Shea tava usando como base para sua roupa um monte de jeans e camisas xadrez, que é também meio que a base dos looks grunge da Adore. Parem de ser escrotos e aprendam a interpretar textos, por favor.


    E como se não fosse tensão suficiente dentro das próprias cabeças, quando o assunto coreografia voltou à conversa, o WerkRoom quase pegou fogo. Alexis finalmente abriu a boca sobre o que tentou esconder durante o ensaio e disse que Sasha parecia muito insegura com tudo aquilo porque coreografia não é o seu forte. A queen russa se defendeu dizendo que estava satisfeita com seu trabalho e ainda ganhou um momento Blue Zircon (maior advogada criminal de Homeworld que você respeita) da Shea, que disse que a amiga não conseguia liderar direito com tantas pessoas querendo opinar. A #SubwayFish ainda tentou cutucar dizendo que Sashão dava mais ouvidos às ideias da Shea do que as dos outros, claro que a bald queen não deixou por menos e disse que Shea também tinha a atrapalhado, falando por cima dela e etc. Eu não queria estar ali naquela hora... Mentira, queria sim, mas provavelmente seria a Peppermint (why u so nice????) dando gritinho no final.


    Chegou a hora de mostrar o trabalho aos jurados, mas antes disso a gente pode falar sobre o quanto a Ru tava maravilhosa nesse ep? Não só a maquiagem impecável da runway (amém Raven), mas em questão de carisma também. Semana passada foi um dos episódios mais pessoais, já que ela trabalha com os caras que participaram do makeover a algum tempo e eu também senti essa vibe maravilhosa vindo dela. Parece que o holograma tá se humanizando de novo e eu ADORO isso.


    Antes de desfilar seus looks, o Top 5 apresentou a coreografia de ginástica rítimica. Apesar das tretas causadas por isso, o resultado final ficou bem bonito e realmente legal de se ver.

Segura esse ouro olímpico
E a Alexis tava parecendo uma princesinha, gente, olha que doce.
    Category is... Rainbow She Betta Do!
Grafiteira mesmo. Dá vontade, né, Dória?
"Menina linda, eu quero morar na sua cabeça..."
Mais arco-íris que eu?
The Tuck provando que dá sim pra ser gótica e muito viada
Parece um anjo, né? Uma glamazona dessas... Que hino.

    E agora entra a cota My Little Pony do programa... Pode entrar, Sexy Unicorn!
Katy Perry feat. Juicy J - Dark Horse.mp3
Mané príncipe de armadura brilhante, eu quero é ser salva pelo unicórnio medieval da Sasha!
Com as patas desse tamanho a gente é obrigado a pedir pra Alexis pisar menos. PISA MENOS!
É TÃO FOFINHO QUE EU QUERO MORRER! AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
Um unicórnio espacial coberto de açúcar, tempero e tudo que há de bom!
    E pra fechar esse Ball em grande estilo, vamos ver a releitura das queens de Village People!


Já pode tomar o lugar da Camila Cabello em Work From Home
Did somebody mention art?
Levando a moda nativa a um novo patamar
Se for pelas mãos da Trinity eu até aceito ser presa
Jesus, Peppermint, eu quero dar uma volta na sua motoca
    Foi hora das críticas. Esse episódio me deu a impressão de estar assistindo o All Stars 2 de novo, porque todo mundo foi muito bem e o bottom não seria formado pelas duas piores, na verdade seria de duas que não foram as melhores disparado. 

    A única queen que não recebeu uma crítica ruim foi a Sasha, mas isso não significa que as outras foram completamente arrasadas no palco. A Alexis, baseado no que os jurados disseram, foi a piorzinha, mas mesmo assim ela entregou bons looks. OK que eu esperava mais do look final, mas se pararmos pra pensar em todas as interpretações do índio norte-americano que já vimos por aí, ela até foi bem criativa.

    Antes de ir para o Untucked, Ru fez a pergunta de 100 mil dólares, coisa que já era esperada a essa altura: quem merece ir para casa e por que? Shea e Sasha apontaram Alexis. A queen da Broadway, assim como Trinity, citou o nome de Peppermint. A última a falar respondeu Trinity, mas disse que é porque a considera sua maior competição.

    Nos bastidores, as cinco conversaram sobre a jornada e eventualmente se desculparam por terem citado as amigas na hora da pergunta. Alexis meio que culpou as colegas pelo fracasso da roupa de novo, mas dessa vez não parecia tão irritada quanto das outras. Todo mundo a elogiou pela criatividade, mas assim como Nina na semana passada, ela já parecia certa de que ia embora. A produção não a deixaria sair sem uma mensagem de seus pais, é claro. Foi um dos momentos mais tocantes, porque muita gente tem achado a Alexis um saco nessa reta final. Quando o padrasto dela disse que ficou muito mexido quando ela era criança e disse que tinha a voz boa pra canto por causa dele, eu me derreti. OK que ela pode não ter tido as atitudes e reações mais louváveis durante a temporada, mas é como a Jaymes disse lá no Untucked do episódio 2: elas são pessoas e merecem respeito.

    Ninguém sabia ao certo quem sairia vitorioso, mas eu já sabia que acharia injusto quem quer que fosse pro bottom contra a Alexis. Apesar disso, tinha em mente que era hora de sacrificar alguém só pra que ela fosse eliminada. Assim foi montado o ranking, Sasha pegando o último High da competição e Shea abrindo espaço na sua prateleira para por a quarta vitória. As únicas queens com tantos desafios ganhos assim foram Sharon Needles, na 4ª temporada, e Alaska, no All Stars 2.
Alguém dá logo a coroa pra menina Picolé?
    Peppermint, Trinity e Alexis foram declaradas as piores, mas The Tuck foi enviada ao top 4, deixando as amigas de New York no Bottom 2. Considerando que um dos temas do desafio foi Village People, nada mais justo que um lipsync de "Macho Man". E a Peppermint INVENTOU A ROXXXY ANDREWS com aquela wig reveal maravilhosa! Infelizmente não achei gif pra isso, mas quem viu sabe do que eu to falando. The artistry, ladies and gentlemen.

    Alexis então recebeu o famigerado Sashay Away e ficou em 5º lugar. Vem fazer seu debut na Broadway aqui fora, meu amor!
Sim, Lexy, apesar dos pesares a gente adora você <3
O HISTÓRICO
(clique pra abrir maior!)
    TOP 4, BITCHES! E então, estão satisfeitos com o resultado até agora? Gostariam de ver alguém que saiu antes? Achavam que alguma Top 4 já teria sido eliminada a essa altura? Deixem nos comentários! Semana que vem tem o último episódio antes da finale (que também vai ser gravada na sexta), tá acabando!

   Fiquem com o clipe novo da Peppermint. Até breve!

6 comentários:

  1. Menina, eu não acompanhava seu blog até HOJE! Vai me ver acompanhando e comentando sempre por aqui, não sabia que fazia review de RuPaul! Eu estou atrasada mas to gRitando de ver o reality por aqui! um arrasa parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Nossa, que post diferente! hahahah adorei!
    Já vi 1 ou 2 episódios na Netflix, achei muito legal! Como eu não acompanho fiquei um pouco perdida aqui, mas mesmo assim, gostri bastante 😍

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  3. Uau! Isso que é um review de respeito!! Ficou TOP.

    www.arsenaldesonhos.com.br

    ResponderExcluir
  4. Nunca assisti esse programa, mas vejo muita gente falando que é legal. Afinal, é incrível a caracterização das drags ne? Adorei a review e fiquei com vontade de assistir.
    Beijos!
    www.dezalourenco.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Uau que post incrível, eu não acompanho o reality mas achei demais as review, ficou show.
    Parabéns, bjos.

    ResponderExcluir
  6. Minha amiga me recomendou e vc me animou mais ainda para assistir. Amei o post. Beijos!

    ResponderExcluir

Dê sua opinião!