15/05/2017

O Lunática fez 1 ano e olha no que deu


    Já tinha um tempo que eu comentei que queria voltar a usar meu antigo blog quando o Gabriel (eu sei que você vai ler isso, amore, nem adianta fugir) me presenteou com isso daqui. O modelo ficou parado por meses lá no inbox do Facebook, quando no dia 15 de maio de 2016 o Lunática finalmente saiu do papel.

    Nesse ano que separa o primeiro post deste aqui - que coincidentemente é o número 51, que boa ideia - muitas coisas mudaram. Comecei com muitas ideias, que logo foram concretizadas ou descartadas ou substituídas por outras. O tempo apertou bastante... Vocês não imaginam como é complicado dar conta de estudo, blog, vida pessoal e ainda ter boas noites de sono! Depois disso veio o famoso hiato, já que nunca dava tempo de postar nada e eu me recusava a fazer postzinho genérico (mas ó, hoje em dia tô apelando pra isso!) e com o retorno, a divulgação pesadíssima. Obrigada, 5 pessoas que clicam no link de post! Vocês são topper! (ou não. OU NÃO.)
    E as mudanças não foram só aqui não, eu mesma mudei bastante também. Aprendi coisas novas, fiz aniversário, quebrei a cara mais umas trocentas vezes, descobri coisas sobre mim - algumas que eu já desconfiava, outras que eu nem fazia ideia. É a famosa síndrome do Pokémon, sempre tentando evoluir.

    Não vou negar que muitas vezes já veio a vontade de desistir, de jogar pro alto, de fingir que nunca existiu (se flopar, né...), mas sempre tinha uma vozinha me dizendo pra continuar. Quem me conhece sabe que eu amo escrever e não é preciso me conhecer pra saber que dá aquela sensação gostosa quando você consegue deixar o dia de alguém melhor ou ajudar uma pessoa de alguma forma. Esses são os motivos pelos quais eu tenho vontade de ser escritora - publicada, no caso, porque escrever eu escrevo bastante -, os motivos pelos quais eu faço jornalismo... E acabaram se tornando os motivos pelos quais eu mantenho o blog.

    Essa marca de 1 ano de blog não seria possível sem as pessoas que me cercam. Sem a galera da KS, que me atura dia e noite com minhas babaquices - não, sem autodepreciação no post... Vamos botar luisices, fica mais bonitinho. Sem os bonitinhos do Facebook, que já viraram leitores assíduos. Sem os fãs de RPDR, que todo sábado vem deixar uma viewzinha nas RuViews dos episódios (brigada Ana Maria e Demas pelo apoio!). Enfim, tem muita gente envolvida nesse troço. E eu sou grata [insira florzinhas] a todos vocês, de coração, pulmão e rins.

    Pro próximo ano? Quero só conseguir ter uma rotina melhor de postagens mesmo, com horário certinho e etc. E também espero que os Srs. Responsáveis pelo sucesso (ou quase isso) do blog ainda estejam do meu lado, porque amigos assim a gente não encontra em qualquer esquina.

    E quem quiser, pode chegar pra festinha. Os meninos trazem o salgadinho, as meninas trazem o refri (ou bebida de preferência) e quem não se encaixa em nenhum dos dois traz doce e mais salgadinho, porque coxinha nunca é demais. Vamos comemorar? VAMO.    

Um comentário:

  1. Wooow muito sucesso lindaaa e obrigado pela citação <3

    Bjjss

    Demas Campos
    Equipe RPDR Brasil.OFICIAL

    ResponderExcluir

Dê sua opinião!